Do something

Windows 7 Pecados

Com o Windows 7, a Microsoft está impondo controle legal sobre o seu computador e está usando este poder para abusar de usu├írios de computadores.

Educação

"Dê um peixe a um homem e você o alimentará por um dia. Ensine-o a pescar e você o alimentará por toda a vida."

Cada vez mais, os computadores devem ser ferramentas úteis na educação das nossas crianças. Mas hoje, a maioria das crianças cuja educação envolve computadores estão sendo ensinadas a usar o produto de uma empresa: Microsoft — Microsoft gasta grandes somas de dinheiro em lobbies e marketing para obter o apoio dos serviços de educação.

A educação das crianças representa uma fonte de receita importante para a Microsoft, e é uma oportunidade estratégica para inserir seus produtos na vida dos futuros adultos. Ao estimular as escolas a ensinar seus alunos utilizando o Windows e seus softwares associados, a Microsoft também pode fazer com que os pais dos alunos sintam-se obrigados a providenciar o mesmo software em casa. Onde mais vemos uma corporação capaz de colocar os seus materiais de marketing e marcas corporativas na frente das crianças como requisitos básicos desta maneira?

Muitos estados norte-americanos se orgulham de como eles estão cooperando com a Microsoft, ignorando ou não compreendendo a influência corrupta da aceitação dos presentes oferecidos a seus governos por esta mega-corporação. Porquê os softwares da Microsoft são proprietários, são incompatíveis com a educação — os usuários são simplesmente consumidores passivos com suas interações com o Windows, logo são legalmente proibidos de adaptar o software para resolver um problema particular, ou de satisfazer uma curiosidade intelectual, examinando o seu código-fonte. A educação digital deveria ser um meio para a liberdade e autonomia, não uma avenida para uma corporação impor o seu monopólio através de sua doutrinação.

Software livre, por outro lado, oferece às crianças um caminho para a capacitação, incentivando-os a explorar e aprender. Nenhuma outra promessa de educação utilizando software livre foi mais significante que o projeto One Laptop Per Child (OLPC). Lançado pelo professor Nicholas Negroponte (MIT) em 2003, o OLPC foi projetado para levar as crianças ao redor do mundo uma educação avançada utilizando a combinação de tecnologia da informação e liberdade. O projeto teve como objetivo produzir dispositivos de baixo custo (começando com um chamado XO), de modo que milhões de crianças poderiam acessá-los, com software livre, então eles teriam as liberdades fundamentais para explorar e compartilhar seu software.

Em seguida, sob pressão da Microsoft, Negroponte afastou o projeto de seu compromisso com a liberdade e anunciou que a máquina poderia também ser uma plataforma para a execução do sistema operacional não-livre Windows XP.

A Microsoft não é a única ameaça à educação — Adobe e Apple estão ambas firmemente ligadas à educação, apoiadas no Windows. Os softwares proprietários Flash e Shockwave, da Adobe; e QuickTime e iTunes, da Apple são amplamente utilizados por softwares educativos.

A Microsoft está mirando agora os governos que estão comprando XOs, na tentativa de levá-los a substituir o software livre pelo Windows. Resta saber até que ponto a Microsoft irá chegar. Mas com toda essa pressão, a Microsoft tem prejudicado um projeto que já distribuiu mais de 1 milhão de laptops rodando software livre, e teve como objetivo a plataforma de baixo custo como uma maneira de tornar crianças pobres ao redor do mundo independentes de seus produtos. A OLPC ameaça tornar-se um outro exemplo da forma como a Microsoft convence governos ao redor do mundo que uma educação digital deve se sinônimo de uma educação usando Windows. Para evitar isso, é vital que trabalhemos para aumentar a consciência global do mal que o envolvimento da Microsoft faz para a educação de nossas crianças. Um belo modo de fazer isso é baixando o Sugar e ajudar uma criança em sua experiência local com software livre.

Como o software livre resiste a isso? Liberdade 1: A liberdade de estudar como o programa funciona e alterá-lo para ele fazer o que quiser.

Leitura complementar: Porquê as escolas devem usar exclusivamente software livre

© 2009 Free Software Foundation, Inc

Bill Gates/Jesus cartoon by Phil Garcia and Don Berry. Verbatim copying and distribution of the cartoon are premitted without royalty in any medium provided this notice and the copyright notice are preserved.

Esta página é licenciada sob os termos da Creative Commons Attribution-No Derivative Works 3.0 License.

FSF lança campanha contra Windows 7 e software proprietário

Traduções desta página.